Condições especiais de pagamento até 31.01

Pular para as informações do produto
1 de 1

Escrita de ficção: ferramentas narrativas, com Lilian Sais

Escrita de ficção: ferramentas narrativas, com Lilian Sais

Preço normal R$ 1.170,00
Preço normal R$ 1.300,00 Preço promocional R$ 1.170,00
Oferta Esgotado

em até 4x sem juros de R$ 292,50 com PayPal

Ver informações completas

Conheça os elementos do texto de ficção e aprenda a usá-los a favor da história que você quer contar

O curso

Neste laboratório de escrita, as discussões giram em torno de questões como: por onde começar a escrever e a partir de quê escrevemos; construção de personagens; aspectos que tornam um texto interessante para o leitor; ferramentas para contar histórias; descrição e criação de cenas; processos criativos e teorias referentes ao diferentes gêneros literários. A partir dos estímulos trazidos, como leituras, debates e exercícios, o grupo desenvolverá uma intensa produção textual. Haverá espaço para apreciação dos textos em grupo, mas as/es participantes receberão também devolutivas individuais ao longo do percurso.

O curso se destina a todas as pessoas que desejam escrever textos em prosa, seja conto, crônica, romance ou mesmo textos de difícil classificação de gênero; pessoas que gostariam de viver uma experiência artística, saindo do automatismo do cotidiano; acadêmicas e profissionais que desejam exercitar a escrita com mais liberdade e criatividade; e artistas de outras linguagens. É também uma oportunidade para pessoas que desejam usar o curso como um espaço de investigação e desenvolvimento de um projeto literário.

--

BOLSA DE ESTUDOS

Há bolsas de estudos integrais disponíveis para a atividade, destinadas a mulheres em situação de vulnerabilidade econômica, seja por raça, gênero, maternidade solo, orientação sexual ou outras questões. O critério é autodeclaratório. Para se candidatar, é necessário escrever uma carta de interesse para cursos@casainventada.com.br, contendo uma breve apresentação sua e mencionando como o laboratório poderá auxiliar em sua trajetória literária.

  • Datas:

    5 de março a 4 de junho, às terças (14 encontros)

  • Horário:

    19h30 às 21h30 (horário de Brasília/São Paulo)

  • Aulas ao vivo!

    Os encontros são online e ao vivo pelo Zoom, e não ficam gravados. Programe-se para estar presente.

Plano de voo:

MÊS 1_ Processos de criação

- Vamos nos concentrar em três temas: o ofício da escrita e diferentes processos de criação; a potência dos começos; e a construção nas entrelinhas.

- Nessa etapa, debateremos os textos:

“O meu ofício” em As pequenas virtudes, de Natalia
Ginzburg

“Aquela sensação de ofício”, de Zadie Smith

“Introdução”, em E a história começa... , de Amós Oz

Trechos de Atlas do corpo e da imaginação, de Gonçalo
M. Tavares

- Leitura e análise de trechos selecionados de obras do cânone e contemporâneas.

MÊS 2_ A narrativa por baixo da narrativa

- Vamos seguir discutindo como o ato de narrar se dá também nos silêncios, nas entrelinhas; discutiremos também foco narrativo e o espaço como personagem das tramas.

- Leremos integralmente três contos:

“Inventário” em O corpo dela e outras farras, de Carmen Maria Machado (Ed. Planeta)

“Cat person” em Cat person e outros contos, de  (Companhia das Letras)

“Nada disso tudo” em Pássaros na boca & Sete casas
vazias
, de Samanta Schweblin (Ed. Fósforo)

- Leitura e análise de textos teóricos de Ricardo Piglia e Julio Cortázar.

MÊS 3_ Personagem e discurso

- Discutiremos a construção de personagem, a construção de discurso direto e gêneros textuais híbridos e de difícil classificação; além disso, discutiremos a edição e a revisão do próprio texto.

- Leremos trechos de diferentes obras literários, tais como:

Festa no covil, Juan Pablo Villalobos
(Companhia das Letras)

Tirza, de Arnon Grunberg (Rádio
Londres)

“A pessoa depressiva”, em Breves entrevistas com homens
hediondos
, de David Foster Wallace

Formas feitas no escuro, de
Leda Cartum (Ed. Fósforo)

Flecha, de Matilde Campilho (Ed. 34)

Falas curtas, de Anne Carson (Ed.
Relicário)

Cidadã, Claudia Rankine (Ed.
Jabuticaba)

Facilitadora

Lilian Sais é poeta e romancista. Tem bacharelado em Letras e mestrado e doutorado na área de Letras Clássicas, pela Universidade de São Paulo. Atualmente produz e roteiriza o podcast “Como o poema”, que conta um pouco dos bastidores da poesia contemporânea escrita por mulheres. Venceu o 6º. Prêmio Cepe Nacional de Literatura na categoria poesia, com o livro “Motivos para cavar a terra” (Cepe Editora, 2022). Publicou, entre outros, o romance “O funeral da baleia” (Ed. Patuá, 2021, livro contemplado pelo ProAC 2020 e finalista do Prêmio São Paulo de Literatura na categoria “melhor romance de estreia”) e “O livro do figo” (Edições Macondo, 2023, livro contemplado pelo ProAC 2022).

  • "Eu farejei a poesia da Lilian Sais nos livros dela e desejei chegar no lugar onde ela fermentava aquelas palavras, aquele solo úmido. Eu me contaminei tanto que construí eu mesma as minhas próprias linhas. Não tenho a menor dúvida que meu livro "Deserto sozinha" é resultado de um encontro de fatores, e um deles foi estar em companhia de Lilian no processo de escrita inteiro, desde a concepção. A voz de Lilian é calma, precisa (e por isso perigosa) e permanece na gente depois do livro nascido". Jeovanna Vieira, autora de "Deserto Sozinha", Pedregulho, 2023, e "Virgínia Mordida", Cia das Letras, no prelo).

  • “Fiz um curso sobre diários com a Lilian. Ela trouxe diferentes visões da escrita de diários na literatura. A diversidade de autores possibilitou que cada um pudesse encontrar o seu próprio estilo e estímulo para voltar a esse hábito como um exercício de soltura da escrita, de criatividade, e como um lugar poético. Ela tem sensibilidade para conduzir e torna o curso um lugar acolhedor de troca. Nos deixa à vontade para expor a voz dos textos e também os silêncios.” Anelize Moreira, escritora e jornalista

  • "Quando conheci a escrita da Lilian Sais fiquei fascinada e, assim que tive a oportunidade de fazer uma oficina com ela, aproveitei. Foi uma excelente decisão. As provocações e trocas suscitadas na imersão literária proposta pela Lilian me instigaram a escrever mais e me movimentaram em direção a novos projetos de escrita." Marina Grandolpho, autora de "Maquinário feminino e outras conversas", Patuá, 2023.

  • “Me impressionei muito com as oficinas de escrita da Lilian: a condução, o material preparado, os exercícios propostos. Aproveitei muito e sempre recomendo.” Leandro Rafael Perez, autor de "Baldomero", Fósforo, 2022.

  • "O curso que fiz com Lilian como um todo foi enriquecedor, o modo de transmissão, as atividades propostas extremamente delicadas e inovadoras. Para mim, foi uma experiência maravilhosa. Os comentários dela foram muito incentivadores também." Lucas Guilherme, psicólogo e escritor

- Dúvidas comuns -

As aulas ficam gravadas?

As aulas do laboratório intensivo não são gravadas - mas temos bons motivos para isso. O principal é que a dinâmica dos encontros depende, em parte, da presença e participação da turma. Em segundo lugar, a experiência da aula síncrona é mais proveitosa do que uma aula gravada: você pode tirar as dúvidas na hora, ouvir feedbacks do seu texto e conversar com outras escritoras que estão na mesma jornada. Contudo, se um imprevisto surgir e você precisar mesmo faltar, ainda é possível solicitar (com antecedência) que essa aula específica seja gravada.

Para quem o curso intensivo é indicado?

Para pessoas que já têm familiaridade com escrita criativa, mas desejam estudar mais a fundo os elementos que compõem o texto, a fim de mobilizá-los de forma consciente, a serviço da narrativa.

Preciso ter um projeto literário para participar?

Não é obrigatório. Você pode ter uma ideia inicial, ter um projeto em andamento que gostaria de continuar ou não ter projeto algum no momento. Os exercícios de escrita e debates propostos aula a aula serão aproveitados da mesma forma.

O curso é só para mulheres autoras?

Não. O curso é aberto a todas, todes e todos, assim como as demais atividades da Casa Inventada.